sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Origens e evolução da Linguagem Humana: um grande enigma!



Em determinado ponto da evolução humana, o homo sapiens passou a utilizar a corrente de ar vinda dos pulmões que, atravessando a larínge e a boca encontrava, ou não, alguns tipos de obstáculos com os quais produziam os sons consonantais e vocálicos, e com as combinações desses sons, ele passou a se comunicar. Claro que essa ação foi sendo melhorada durante o tempo, assim como a evolução e crescimento do cérebro e adaptação do aparelho respiratório para as funções da linguagem, e assim surgindo o aparelho fonador. 
Diversas espécies animais se comunicam, desde as abelhas que com uma espécie de dança sistematizada passam informações de onde encontrar comida, até os cantos de acasalamento das baleias, os animais encontraram inúmeras formas de passar algum tipo de informação para aqueles de sua espécie. Claro que a comunicação animal é completamente diferente da linguagem humana, que é bem mais complexa e estruturada. No entanto, visto que de acordo com a Teoria da Evolução proposta por Darwin, os seres vivos são aptos a se adaptarem no ambiente e passarem essas características para seus descendentes, é válida a ideia de que ocorreu o mesmo com a linguagem humana: em um determinado momento se viu a necessidade de usá-la para se adaptar melhor às condições ambientais e assegurar a sobrevivência.
Este artigo que encontrei, apesar de bem velho, de maio de 2007 publicado na Folha Online, traz uma pesquisa bem interessante acerca dos meios de comunicação de alguns primatas, o que pode fornecer grandes pistas para desvendarmos as origens da  linguagem humana: 

Estudo de gestos de macacos revela origens da linguagem humana

da BBC Brasil

Um estudo da Universidade Emory, nos Estados Unidos, afirma ter encontrado indícios de que primatas evoluídos usam gestos para se comunicarem de forma semelhante aos humanos.
A descoberta, publicada na revista especializada "Proceedings of the National Academy of Sciences", pode ajudar os especialistas a entender o desenvolvimento da linguagem dos homens.
Muitos defendem a tese de que a linguagem foi criada a partir de uma comunicação gestual com as mãos. "A idéia é que começamos a desenvolver a linguagem não pela fala, mas por meio de gestos", afirmou o pesquisador Frans de Waal, que participou do estudo.
Os cientistas do Centro de Primatas Yerkes da universidade americana estudaram chimpanzés e bonobos, também conhecidos como chimpanzés pigmeus, e perceberam que eles usam gestos com muito mais flexibilidade do que expressões vocais e faciais.
Um chimpanzé macho, por exemplo, pode pedir comida para outro chimpanzé simplesmente lhe estendendo o braço com a mão aberta.
 

Convite sexual
O especialista explica que o mesmo gesto, entretanto, é usado pelos machos para convidar uma fêmea para manter relações sexuais ou, no caso de dois machos, como gesto de pazes, após uma briga.
"O mais típico é que usam o gesto para pedir comida. Mas eles podem usá-lo para coisas completamente diferentes", afirma de Waal.
Estes usos específicos dos gestos são uma das principais distinções entre os primatas superiores de outras espécies, segundo o pesquisador.
Embora todos os primatas utilizem expressões vocais e faciais para se comunicar, só os superiores --chimpanzés, bonobos, orangotangos e gorilas-- usam gestos da mesma forma que os humanos.
Quando os primatas gesticulam, eles usam a mão direita, que é controlada pelo lado esquerdo do cérebro, o mesmo lado que controla o centro de linguagem no cérebro humano.



Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/folha/bbc/ult272u62045.shtml

Nenhum comentário: